foto lucchetti

“Conversações com R. F. Lucchetti” retrata um dos principais roteiristas do país

Uma série de conversas despretensiosas entre Rafael Spaca e Rubens Francisco Lucchetti deu origem a um livro, Conversações com R. F. Lucchetti (Editora Verve). “O livro foi uma surpresa”, Rafael, autor do livro, já diz. “As perguntas, os questionamentos que eu fazia ao Lucchetti eram para responder a minha curiosidade, para saciar o meu interesse em conhecer mais e melhor a respeito desse incrível profissional”.

Lucchetti, que recentemente completou 85 anos, é desenhista, roteirista e o objeto da mais recente obra de Rafael Spaca. Em questões numéricas, o acervo do desenhista assusta. São mais de 1.500 livros publicados, 300 HQs e 25 roteiros de cinema publicados. Além disso, em relação ao gênero, Lucchetti também se destaca em meio à indústria brasileira pois se dedicou, em sua carreira, à produção de obras de horror e mistério. “O gênero de mistério, de detetives, é mais aceito, mas o terror e o horror sofrem muito preconceito”, disse, em entrevista ao UOL.

“Há uns oito, nove anos, enviei um texto para uma editora, que me falou: ‘É uma maravilha o seu romance’. Disse que, por ela, editaria, mas vetou por marketing. Disse que não teria como vender”, ele conta. “As editoras preferem um [nome] importado enlatado, que já vem com a propaganda feita, do que o romance de um autor brasileiro”.

Nos últimos cinco anos, Rafael Spaca se dedicou, ao longo de suas conversas, documentar a carreira de Lucchetti, tanto em seu aspecto profissional quanto no pessoal. “Me interessa muito contar a história destas pessoas [aquelas que não recebem o reconhecimento devido por sua obra]”, Rafael analisa.

O livro consiste em perguntas e respostas, fruto dos cinco anos de pesquisa. Além disso, a obra também agrega textos do próprio Rafael que dizem respeito ao artista e que foram veiculados em jornais e revistas no decorrer nos anos. O foco da publicação é perpassar pela vida pessoal de Lucchetti, mas, sobretudo, abordar a trajetória profissional do roteirista.

“Descobri coisas com as quais o próprio Lucchetti se espantava”, ele conta. “Pelo tamanho da sua obra, está claro, pra mim, que logo iremos descobrir que deixamos de abordar algum tema. Desvendá-lo não é uma tarefa fácil!”

O livro “Conversações com R. F. Lucchetti” será lançado no dia 30 de março, às 19h, no Reserva Cultural (Avenida Paulista, 900 – Bela Vista).

Gabriel Hirabahasi

Gabriel Hirabahasi

Jornalista, unespiano e amante das piores piadas do mundo. Acredita que cada história mereça ser contada por inteiro (mesmo que isso demore um pouco). Também é músico, prolixo e esperançoso.

Você também pode gostar de...